Artigos

O Power House (CORE) e a Dor lombar

Um dos principais motivos para a procura por estúdios de Pilates é a busca do alivio da dor lombar. Por isso temos que estar sempre atualizados e nesse texto vamos discutir alguns pontos importantes sobre o Pilates e a dor lombar.

Estudos recentes demonstram que 65 a 80% da população irá experimentar um episódio de dor lombar ao longo de sua vida. (Manchikanti, 2000; Verbunt et al 2001). Segundo a Organização mundial de saúde (2012) a Dor Lombar Crônica é a principal causa de incapacidade em adultos. É uma das principais causas de afastamento do trabalho e a causadora de maior prejuízo em muitos países do ocidente ( Ekman et al 2005, Maniadakis et al. 2000).

(9,4% da população tem incapacidade por dor lombar (Hoy et al. 2014).)

Com tantas pessoas sofrendo de dor lombar, o número de estudos sobre o tema tem aumentado muito em busca de uma solução. Muitas pesquisas indicam que pessoas que sofrem de Dor lombar crônica (DLC) precisam se exercitar. Sendo assim muitas pessoas buscam o pilates como alternativa e um dos principais motivos está na possibilidade de fortalecimento do Power House (CORE). Alguns estudos mostram que pessoas com  DLC tem uma estabilização deficiente dos músculos do CORE, como estes estudos a seguir:

Changes in Recruitment of the Abdominal Muscles in People With Low Back Pain Ultrasound Measurement of Muscle Activity (Hodges et al, 2004).

Inefficient muscular stabilization of the lumbar spine associated with low back pain. A motor control evaluation of trans-versus abdominis. (Hodges PW, Richardson CA, 1996)

No entanto quando começamos o trabalho de fortalecimento do CORE nem todos os alunos melhoram da dor, por que será ?

Em alguns pacientes com dor lombar crônica o problema não está na falta de estabilização do Power House (CORE). Este estudo mais recente:

Ultrasound Tissue Doppler Imaging Reveals No Delay in Abdominal Muscle Feed-Forward Activity During Rapid Arm Movements in Patients With Chronic Low Back Pain (Deborah Gubler et al, 2015).

Mostra que alguns pacientes com DLC tem uma antecipação da contração dos músculos do CORE e não um atraso como mostrou os outros estudos.

Quando falamos de pacientes com DOR temos que lembrar que esta é uma experiência multidimensional (biopsicossocial) que constitui um dos problemas de saúde mais mal orientado e interpretado no mundo (Waddell G, 1991). Quando um aluno aparecer com queixas de dor lombar é muito importante uma boa avaliação antes de se iniciar as aulas de Pilates . Além dos fatores mecânicos, É importante avaliar outros fatores que possam estar associados (medo, crenças, estresse etc) e a partir da avaliação traçar sua melhor conduta.

Uma forma de avaliar esses outros fatores é o uso de questionários específicos para avaliação de fatores Biopsicossociais como o Start Back. Este é um questionário que serve para ajudar o profissional a detectar fatores psicossociais que possam influenciar o prognóstico dos pacientes com dor lombar e os classifica como alto, médio ou baixo risco de cronificação da dor lombar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *